terça-feira, 5 de janeiro de 2016

APROVEITANDO BEM CADA DIA DO NOVO ANO.

O Que Fazer Nas Vinte E Quatro Horas
 Do Dia? 
 "Agrada-me fazer a tua vontade, ó Deus meu" 
(Salmos 40":8).

Ralph Barton, um dos caricaturistas mais famosos 
do mundo, deixou esta nota presa por um alfinete
 em seu travesseiro
antes de tirar sua própria vida: 
"Eu não soube o que é dificuldade na vida. 
Tive muitos amigos, grandes sucessos,
várias esposas, ia de casa em casa, conheci 
grandes países do mundo, mas, 
estou cansado de criar artifícios para
preencher as vinte e quatro horas do dia."
 Triste isso não é?
       Mas de que necessitamos para alcançar a plena felicidade?
Dinheiro? Fama? Conforto? 
 Todas essas coisas são bem-vindas, 
porém, não garantirão a nossa felicidade?

Há algo mais importante, mais seguro e mais 
definitivo que poderemos buscar para assegurar 
uma vida abundante e feliz... 
Jesus Cristo,  nosso Senhor e Salvador! 
De nada nos
serve ter tudo sem ter o Senhor no coração. 

Com Jesus, mesmo que sejamos pobres 
e sem recursos, sempre teremos dinheiro
 "Eu suprirei todas as suas necessidades"
 "... sois filhos do Altíssimo". 

Com Jesus, mesmo que moremos em 
 uma casa pequena e simples, sempre teremos conforto 
 "Eu vim para que tenham vida e a tenham
 com abundância".

Quando Cristo é Senhor de nossas vidas, 

sempre encontramos o que fazer 
nas vinte e quatro horas do dia, pois, 
não pensamos apenas em nós mesmos, 
mas também no nosso próximo.

    Muitas outras onde semear fé e esperança, 
  mostrando que o Senhor tem sempre uma solução 
para todos os problemas.
     Encontraremos grande quantidade de vidas perdidas, 
sem saber para onde ir, e que poderemos 
mostrar o caminho da salvação e da vida eterna.
 Sim... as horas serão poucas e a nossa
alegria será muita.
Temos vinte e quatro horas para fazer a vontade 
de Deus.  Nosso dia jamais será vazio!
* * * * * * * * * *
Reflexão tirada do blog do Pr. Paulo Barbosa um cego na internet
DEUS FAZ TUDO ESPLENDIDAMENTE, MUITO BEM!
QUE ELE ABENÇOE A SUA VIDA.
Eu amo você, Deus ainda mais.
Nal Pontes